Ainda temos heróis

Ainda temos heróis

Uma homenagem aos homens e mulheres que
continuam construindo o verdadeiro PT



São poucos os que resistiram a concupiscência do poder. Que insistiram em fazer política com ética e por ideologia, não por carreira. Que pautaram suas vidas na construção de um partido diferente - que mudou a história do Brasil e revolucionou a forma de fazer política no mundo. Heróis escondidos nas brumas da história, que com sangue, honra e lágrimas constituíram o núcleo da unidade democrática deste partido de trabalhadores.

Poucos desta safra restaram. Muitos se renderam a prostituição eleitoral e ao banditismo político. Preferiram as alianças espúrias, com nossos inimigos, a uma discussão clara e aberta, programática, sobre sua posição enquanto militante e liderança. A estes, apenas a nossa indignação e profunda tristeza.

No entanto, ainda temos heróis! Líderes e modelos para nossa juventude, militantes e lideranças que não venderam seu voto nem sua consciência. Que entenderam o papel histórico que têm e que devem desempenhar na condução desta fase. Estes sabem que a tempestade vai passar e uma nova onda de esperança irá banhar as nossas praias. Eles sabem, assim como nós sabemos, que a esperança vai vencer o medo.

Estes heróis entendem que o PT foi e é constituído de bases, não de money. Constituído de orgulho e luta, não de promiscuidade.

A estes grandes homens e grandes mulheres, e a juventude revolucionária do PT que dirijo estas palavras. Nossa revolução socialista apenas começou. Devemos seguir agora em frente, juntamente com aqueles que não traíram nossa utopia em detrimento do poder e construir a sociedade que queremos.

O PT faz bem para o Brasil. O PT somos nós.